Tenha Paciência, Deus ainda não terminou....

Tenha Paciência, Deus ainda não terminou....

domingo, 27 de abril de 2014

Carta.

Se eu tivesse o dom de falar em outras línguas Sem tê-las aprendido, E se pudesse falar em qualquer idioma Que há na terra e até no céu, Mas, não tivesse amor, as minhas palavras, Seriam como o barulho de um gongo Ou o som de um sino Poderia ter o dom de anunciar mensagens de Deus, Ter todo o conhecimento, Entender todos os segredos e ter tanta fé, A ponto de tirar as montanhas de seus lugares, Mas, se não tivesse amor, eu não seria nada Se eu desse aos pobres tudo o que tenho E até entregasse o meu corpo para ser queimado, Mas, não tivesse amor, isso não teria valor algum O amor é muito paciente e bondoso O amor não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso Não é arrongante, nem egoísta Não se irrita, nem fica magoado O amor não se alegra com a injustiça Mas fica feliz com a verdade Ele nunca desanima e suporta tudo Com fé, esperança e paciência O AMOR É ETERNO... Há mensagens espirituais, mas durarão pouco Existem dons de falar em línguas estranhas, Mas acabarão logo Há conhecimento, mas terminará também Pois os nossos dons de conhecimento E as nossas mensagens espirituais Existem somente em parte Mas, quando vier o que é perfeito, Então o que existe em parte será extinto Quando eu era menino, a minha maneira de falar, De sentir e de pensar, era de menino Agora que já sou homem, Não tenho mais essas coisas de menino O que agora só podemos ver e compreender Um pouquinho de Deus Como se estivessemos observando seu reflexo Num espelho muito ruim Mas chegará o dia Quando o veremos integralmente face a face... Tudo o quanto sei agora é obscuro e confuso Mas depois verei tudo com clareza Tão claramente Como Deus esta vendo agora mesmo, O interior do meu coração Agora pois permanecem três coisas: A fé, a esperança e o amor Porém a maior delas é o amor! Carta de Paulo aos Coríntios

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Parem de procurar culpado para tudo!

"Por favor, escolham! Não ajam como reféns de situações degradantes. Não se submetam a circunstâncias que os desvalorizam como pessoa, este Universo que é o ser humano. Tenham amor, tanto amor próprio. Parem de aceitar o que não nutre, o que apenas suga, vampiriza, enfraquece, esvazia. Parem de reclamar das escolhas mal feitas como se não pudessem vivenciar algo grandioso e saudável. O Outro pode ser e fazer o que bem entender, você não precisa aceitar. Você pode determinar como quer e merece ser tratado. Por favor, escolham situações de crescimento, injetem-se doses cavalares de autoestima. Escolham relacionamentos amorosos e maduros. Deem-se tempo para escolher bem, mesmo que isto custe algum período de solterice. Não caiam na armadilha de estar com alguém por carência, por desespero, por medo, por qualquer coisa que negative uma narrativa que é a SUA VIDA! Por favor, não se maltratem sendo seus piores inimigos e se dando tão pouco como se o Outro fosse o responsável por isto. É você, apenas você quem pode escolher o que vai adornar tua rotina, se vai fazer sorrir ou chorar teu coração. Não se deixem na mão alheia. Decidam! Vão embora do lugar que não os acolhe. Sejam mais carinhosos com vocês mesmos. Deem-se paz, busquem reciprocidade no amor. Estamos aqui para evoluir, seja em que aspecto for." Marla de Queiroz

terça-feira, 1 de abril de 2014

Desapego!

Você amou ele, respeitou ele, cuidou dele, torceu com todas as suas forças pra vocês darem certo, torceu pra ele finalmente ver que era você, e não as outras. Você deu segundas, terceiras, quartas, e quintas chances, e mesmo assim ele não mudou. Ele errou de novo, de novo e de novo. Você ajudou ele todas as vezes que ele precisou. Você queria ele. Você precisava dele. Ou achava que precisava. Ele falou coisas horríveis milhares de vezes, mas você não se importou, porque parte de você sempre acreditou que ele ia voltar. Ele não voltou. E não vai voltar. Ele não é inteligente o suficiente pra entender que nenhuma outra garota vai gostar dele como você gostou, vai aceitar ele como você aceitou, vai entender ele como você entendeu. E ele ainda vai sentir sua falta. Ainda vai ler todas as conversas, lembrar de todos os momentos e pensar o quão idiota ele foi de ter te deixar ir. E quanto a você? Ah meu bem, você já vai ter entendido que merece muito mais do que um idiota que precisou perder pra dar valor. Caio Fernando Abreu.

quarta-feira, 26 de março de 2014

Verdade!


Quanta coisa mudou Quanta coisa poderia ter mudado, Escolhas que fazemos, Coisas que aprendemos, Momentos que vivemos, E a vida? Ah a vida! É ela que nos empurra, Derruba, levanta, maltrata e acaricia. A vida é um misto de sensações, momentos e prioridades... Oque hoje nos parece imprescindível, amanhã se torna obsoleto, nem tudo é do tamanho que nós enxergamos, muitas vezes vemos através de uma lente de aumento, outras damos pouca atenção a coisas importantes. Assim é ser humano, um ser cheio de contradições que muda com o tempo e passa a dar mais valor a vida a medida que ela se aproxima do fim, porque o gosto pelo conhecimento se apura com o tempo, e o tempo é o tesouro mais precioso que um amante da vida pode desejar. Quanto Vale cinco minutos a mais de sono? Quem nunca desejou que um beijo durasse mais alguns segundos? Quem nunca quis eternizar um abraço? Sabe aquele lance de escolhas? A minha foi ser feliz... E sobre o tempo.....resolvi que o tempo a ser eternizado se chama felicidade...

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Mudanças


Por que é tão difícil Mudar? Primeiramente cometo os mesmos erros umas cinco vezes para saber se errado mesmo, ai paro e penso! Mas só penso e continuo cometendo erros e mais erros e tentando achar um culpado, porque é bem mais fácil achar um culpado, ai vem sua consciência e grita: a culpa e toda sua ai começa aquela conversação, vc com sua consciência que não vai dá em nada. Um ano novo se começa e queremos mudanças, uns fazem listas com pelo menos dez itens, outros traçam pelo menos um objetivo a ser conquistado, no decorrer dos meses, as mudanças e objetivos acabam sempre ficando de lado, pois temos uma facilidade de desistir das coisas, achar que tudo vai dar errado, que mudanças demoram e passamos a aceitar o que temos e está bom, apesar de termos a certeza que merecemos mais, muito mais. Preocupamo-nos mais em achar a tampa da panela, por que esse sim é um objetivo traçado os anos estão passando não aparece ninguém, bate aquele medo se ficar para “Titia”. Qual o problema em ser uma frigideira? Seria mais fácil ser uma frigideira sem tampa do que ficar tentando achar uma panela com tampa. Somos burras achamos que felicidade eterna e ter o amor da vida ao lado Homem/Mulher). Tá certo que ninguém fica sozinha, a Deusa interior grita por alguém. Acredito que tudo tem seu tempo certo, mas precisamos estar bem com nós mesmos se tudo está uma porcaria só vai encostar porcaria. Há coisas para as quais não nascemos ou passaremos a vida inteira lutando contra a nossa natureza. Mudar o jeito de agir é difícil, por mais que sabemos que está tudo errado, que está tudo de cabeça para baixo é tão mais fácil aceitar o que temos, que no caso não é nada, mas levantar, lutar e mudar e difícil demais. Assumir o controle da própria vida parece muito simples, mas é desafiador. Será que não deixamos de ouvir nossa Deusa interior, nossa voz interior gritando o que nós já sabemos de cor? Não é uma boa malha e uma ótima academia que vai nos transformar. É você. Sou eu, somos nós. Não depende de mais ninguém para assumir o controle da própria vida. São tantas perguntas, tantos porque, por que, por quê que as vezes achamos que vamos enlouquecer e nesse exato momento que começamos a errar tudo de novo, ficamos fracos vulneráveis e prisioneiros de nossas escolhas. É exatamente essa a sensação que tenho hoje ao olhar ao meu redor e ver o mundo com os olhos de quem tirou alguns chips de lucidez: o mundo está amargo sem amor nenhum ao próximo, preconceito inaceitável está tão difícil viver e mesmo assim saímos por ai dando uma cabeçada atrás da outra. A verdade é que, como bem identificou Freud, temos de buscar na primeira década de nossas vidas a resposta para nosso entendimento da relação existencial que estabelecemos com os outros, os fatos de nosso cotidiano e, principalmente, com nós mesmos. O medo de mudar envolve muitos aspectos que, por vezes, paralisam as pessoas, fazendo com que elas permaneçam onde estão. O importante é não se deixar paralisar diante das incertezas e transformar toda essa complexidade em um grande desafio a ser vencido. Devemos parar de transformar um pequeno problema no pior problema do mundo. Somos seres humanos com limitações mas sempre passamos do limite, o certo mesmo é ao menos tentar mudar, por que mudar é sempre bom. Não ter medo de errar é ótimo, pois só erra quem faz, mas errando e mudando, não cometendo o mesmo erro cinquenta vezes como faço rsrs. Só faz quem não tem medo ou quem consegue enfrentar seus fantasmas dizendo: eu posso! Vale a pena. Conclusão devo estar ficando louca rsrsrs escrevo, escrevo e nem eu entendo a teoria que aprendemos e sabemos de cor é linda o difícil mesmo é colocar tudo em prática. Sou uma ótima conselheira, mas nem eu sigo meus conselhos rsrsrs. Uma meta vou tentar cumprir esse ano, ouvir mais e falar menos, quase nada, pois sou responsável pelo que digo e não pelo que as pessoas entendem. COMO É DIFÍCIL MUDAR.